João Carmo Simões

 

Mestre em Arquitectura, Da/UAL Lisboa (2011), vence o Prémio nacional de Arquitectura Secil Universidades (2010). Seguindo os seus estudos, trabalha sobre obras de arquitectos como Álvaro Siza ou Paulo Mendes da Rocha, editando livros e fotografando. As suas imagens alcançam reconhecimento em Portugal, especialmente entre arquitectos. Prossegue o seu trabalho como arquitecto em atelier próprio, desde 2012, onde se destaca a intervenção numa capela em Lisboa: Janela para o Céu ou o projecto da Casa Lima e Casa Alentejo para além de outras obras e intervenções, como os apartamentos Alto da Barra, Fernandes, Lima ou peças de design e mobiliário, e o desenho urbano no Plano de Lisboa Oriental. É convidado regularmente para apresentar o seu trabalho em Universidades como a Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP), Da/UAL (Lisboa), ISCTE–IUL (Lisboa) e expõe o seu trabalho na 14 Biennalle di Architettura di Venezia, na 15 Bienal de arquitectura de Buenos Aires, no Museu Nacional de Arte Antiga (Lisboa), e tem sido alvo de publicações importantes em revistas e editoras internacionais. É co-fundador da editora Monade onde prosegue também o seu trabalho de investigação. Entre 2014 e 2015 é membro dos órgãos do Conselho Nacional de Admissão da Ordem dos Arquitectos. Recentemente, é autor do livro “Civitas São Paulo”, um percurso por uma ideia de arquitectura na cidade paulista, através de obras-chave de arquitectos como Vilanova Artigas, Paulo Mendes da Rocha, Lina Bo Bardi ou Oscar Niemeyer.

 

 

 

 

 

 

© João Carmo Simões 2014-2018
Todos os direitos reservados. A reprodução de qualquer conteúdo exige permissão por escrito por parte de João Carmo Simões. Os direitos de autor podem também subsistir noutros indivíduos e entidades para além de João Carmo Simões.