Casa Azul

A Casa Azul, marco moderno no contexto da arquitectura da Costa Nova, nasce elevada sobre a duna em comunhão com o território onde se insere. O lugar é uma extensa e estreita linha de areia, ladeada pelo Atlântico, a poente, e pela Ria de Aveiro, a nascente. O projecto de recuperação procura reforçar o carácter da sua Arquitectura, fazendo os ajustes na reorganização dos espaços para clarificar a divisão da área social e privada da casa. A sala estende-se agora na largura total do interior, ocupando o espaço do antigo quarto principal. A varanda dá-se agora inteiramente à área social estendendo-a por completo para o exterior, para a luz e para o olhar sobranceiro das horizontais águas da ria. A cozinha é agora acolhida no espaço de refeição através de uma bancada que se abre à sala, procurando uma relação rica e simples do dia-a-dia de quem cozinha e do que se prepara. A bancada, em latão, recupera uma solução técnica antiga nos barcos locais e estabelece uma relação de brilhos e variação de luz com a ria, à frente. Nesta clarificação entre o social e privado cria-se um novo quarto de casal a poente com vista para as dunas, com o mar e a brisa por perto. Duas camas-extra, como numa cabine de barco, criam-se num nicho. A nova casa de banho em mármore azul claro e branco relembra a espuma das ondas, as dunas. Vê-se agora a ria do espaço do banho através das suas janelas altas. A casa abre-se ao espaço de festa, aos detalhes da madeira e do latão como os têm os barcos; religa-se a casa à paisagem e à sabedoria da vida elementar do Verão.

 

Localização: Costa Nova, Aveiro, Portugal | Área: 100 m2 | Arquitectura: João Carmo Simões e Daniela Sá; Colaboração: Marta Tornelli e Vega Solaz Soler

1/20
close icon